1

Zopone entrega Central de Laudelino dentro do prazo e das exigências do Cliente


A Empresa realizou toda a ampliação do prédio

A obra BRU-TIM Central Laudelino fica localizada em Curitiba – PR e foi iniciada em agosto/2016 e finalizada em dezembro/2017, cumprindo todas as exigências e prazos do Cliente.
A Zopone Engenharia realizou toda a ampliação do prédio industrial de Laudelino, desde a fundação até a cobertura, forneceu e instalou materiais e equipamentos elétricos, incluindo subestação de energia em média tensão com capacidade instalada de 3 MVA – 15kV, painéis de baixa tensão com capacidade instalada de 2.000 kVA, distribuição de energia de baixa tensão para 2.000 kVA, montagem de usina geradora com capacidade de 2.271 kVA, sistema de abastecimento de óleo diesel para os geradores, sistema de aterramento e SPDA, sistema de detecção de alarme, aspiração precoce e combate automático de incêndio.
“O nosso maior desafio foi realizar a obra de ampliação do prédio, nova subestação de energia e cobertura sem impactar no funcionamento da central da TIM”, relatou Flávio Detoie, coordenador deste contrato.

2

Responsáveis pela obra
Coordenador: Flavio Detoie
Engenheiro Civil: Neuci Valido e Ildefonso Andreatta
Engenheiro Eletricista: William Duarte
Engenheiro Mecânico: Arnaldo Malaquias
Mestre de Obras: Marcelo Santana
Encarregado Elétrica: Orozino Arias, Deny Bispo, Elias Jose e Douglas
Planejamento: Jair Yossida




Zopone Engenharia executa Estação Conversora de Xingu – Bipolo 2


A alta precipitação pluviométrica, o difícil acesso ao local e a logística de entrega de materiais são os principais desafios

A Zopone Engenharia participa da construção da Estação Conversora de Xingu AC/DC – 500/±800kV – 4.000MW – Bipolo 2, a segunda linha que vai abastecer a região Sudeste, levando energia gerada na Usina Hidrelétrica de Belo Monte diretamente para o Rio de Janeiro – RJ.

Com as mesmas características e construída em área ao lado do Bipolo 1, em Anapu – PA, a segunda subestação está em obras desde outubro de 2017 e tem previsão de término para 2019, sendo de propriedade da chinesa State Grid Brazil, pertencente à Xingu Rio Transmissora de Energia (XRTE).

Partindo de Anapu, a segunda linha atravessa 2.500 quilômetros por dezenas de municípios nos Estados do Pará, Tocantins, Goiás, Minas Gerais e Rio de Janeiro, chegando a Paracambi, onde a subestação transformadora recebe a energia e a transforma para ser redistribuída para o Sudeste.

A Zopone assina toda a obra de engenharia civil, que engloba drenagem pluvial, malha de aterramento, via de transferência, base dos transformadores, bacia dos transformadores, parede corta-fogo, construção de edifício de válvulas do polo 1 e 2, prédio de controle, sala de resfriamento de válvulas do polo 1 e 2, drenagem oleosa, sistema de hidrantes, casa do gerador, casa de rele, fundação para os filtros, equipamentos e pórticos dos pátios AC e DC, canaletas e envelopes para cabos de força e controle, cerca de fechamento, vias de acesso e sistema de abastecimento de água potável.

Nos serviços eletromecânicos, a Zopone vai executar a montagem dos transformadores conversores de 400kV e 800kV, montagem de suportes para equipamentos, montagem de pórticos metálicos, montagem de equipamentos do pátio AC e DC, montagem dos equipamentos na área dos filtros AC e DC, sistema de energia auxiliar 13,8kV, sistema de para-raio, lançamento de barramento flexível e rígido, montagem de infraestrutura para instalação de equipamentos nos edifícios de válvulas, edifício de controle, casa de rele, sala para sistema de resfriamento das válvulas, lançamento de cabos de força de alta tensão e cabos de controle.

Segundo o engenheiro civil Marco Rocha, do departamento de Planejamento, os principais desafios da empresa nesta obra envolvem a alta precipitação pluviométrica, o difícil acesso ao local e a logística de entrega de materiais.

Responsáveis pela obra:

– Coordenador Geral: Paulo Henrique Soares
– Coordenador Elétrica: Adilson Franco
– Coordenador Civil: João Castro
– Planejamento: Paulo Sant’Anna, César Deps
– Orçamento: Raphael Idalgo




30 anos Zopone site

Zopone Engenharia: 30 anos de solidez e excelência


A Zopone Engenharia completou, no último dia 6 de junho, 30 anos de empenho e dedicação dos irmãos Junior e Claudio Zopone. História de transformação de uma pequena empresa em um grupo com milhares de colaboradores e dezenas de realizações em obras de construção civil, do setor de energia e de telecomunicações.

Esta empresa familiar escalou com solidez o lugar de reconhecimento profissional entre as empresas do Brasil nas áreas em que atua. Cada quilômetro rodado por nossos motoristas, cada centímetro cúbico de concreto construído pelas mãos dos nossos Times nas obras, cada centavo pago aos nossos Fornecedores ou faturado aos nossos Clientes pela Administração, cada reunião promovida pela Diretoria, e por Coordenadores e Engenheiros com as equipes ou departamentos, entre muitas outras atividades, são fundamentais para que a Zopone esteja entre as maiores.

Dificuldades e problemas sempre fizeram parte do trabalho e sempre farão, mas precisam ser resolvidos. Não podem ser encarados como um problema “deste” ou “daquele” departamento. O lema deve ser “o problema é nosso!”. Antecipar-se em comunicar e oferecer uma solução pelo bem de todos pode fazer toda a diferença.

O sucesso tem sido de todos, pois fazer parte de uma Empresa de 30 anos com a solidez e o reconhecimento no mercado que a Zopone possui, é algo muito difícil de sustentar e que deve ser valorizado.

Parabéns, Zopone Engenharia!




Barramento 500kV interliga a subestação existente com os Bipólos 1 e 2


Contrato de um ano englobou terraplanagem, drenagem, malha de aterramento, obras civis e montagem eletromecânica

A obra BRU-BMTE-Barramento Xingu 2017, iniciada em 20 abril de 2017 e finalizada em abril de 2018, consistiu no prolongamento das barras de 500kV para interligação da subestação existente de Xingu (LXTE/NESA) à Estação Conversora 500kVAC ±800kVCC de Xingu – Bipolo-1 (BMTE).
A obra do barramento teve como objetivo viabilizar os testes operacionais e o funcionamento da Estação Conversora 500kVAC ±800kVCC – 4.000MW de Xingu – Bipolo-1, do Sistema de Transmissão de Belo Monte.
Este contrato de um ano englobou terraplenagem, drenagem, malha de aterramento, obras civis e montagem eletromecânica.

Responsáveis pela obra:

– Coordenador Civil: Paulo Henrique Soares
– Coordenador Elétrica/Montagem: Cesar Cerbino Deps
– Engenheiro Civil: Rubens Leite
– Engenheiro Eletricista: Adilson Franco
– Engenheiro de Ar-Condicionado: Arnaldo Malaquias
– Planejamento: Paulo Sant’Anna, Marco Aurélio Rocha, Jair Yossida –
– Orçamento: Raphael Idalgo




IMG_0328

Zopone executa instalação para a Huawei de WL e MW em todo o Brasil


Desafio contínuo na busca e na manutenção da qualidade imprescindível

Em 2017, a Zopone Engenharia ampliou sua grande parceria com a Huawei, executando grande volume de instalações de WL (Wireless) e de MW (Microwaves), além de infra, Box e Optix Access.

Este contrato englobou todas as Regionais da Empresa, contando com 154 equipes atendendo a Huawei, totalizando 3.908 instalações e este desafio continuará em 2018.

A Regional de BSA destacou-se na execução de instalações WL para a operadora Claro. A regional conta com 24 equipes trabalhando no contato Huawei e realizou, em 2017, 646 instalações. A cidade de Brasília foi a primeira capital a ser implantado o 4.5 G da Claro, sistema que amplia a velocidade da internet móvel em até dez vezes mais do que a 4G convencional. Isso foi possível a partir do desligamento gradual da televisão analógica e a operadora vai disponibilizar, além das faixas 2.600MHz e 1.800MHz, a faixa de 700MHz.

O maior desafio do coordenador Diego Lopes foi atender aos prazos agressivos da Huawei atuando em uma região ampla e complexa, pois a regional de BSA atende aos estados do Acre, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia e Tocantins.

Em São Paulo, a Zopone Engenharia executou 349 instalações no ano de 2017. Principalmente ampliações e novas instalações de enlaces de MW para a operadora Claro. Este projeto engloba todas as cidades e DDD’s paulistas e este sistema é parte essencial e indispensável no tráfego de dados e informações na rede de telefonia móvel.

“Com a constante modernização dos sistemas de telefonia móvel (3G, 4G e 5G) e a crescente demanda necessária da população, empresas e o mercado, a atualização e a confiabilidade dos sistemas de transmissão é peça fundamental na rede de telefonia”, afirmou Fábio Pinho, coordenador da Regional de SPO, responsável pelo contrato.

Segundo Pinho, os principais desafios dessa obra foram a logística de divisão das equipes para atender a uma grande demanda no extenso território paulista, manutenção dos custos e prazos de obras dentro de um planejamento viável para a sustentabilidade do contrato, resolução dos problemas encontrados em campo, com atuação ágil, visando o atendimento adequado e a satisfação do cliente e treinamentos contínuos de segurança, qualidade e padronização das instalações.

“O desafio é contínuo na busca e na manutenção da qualidade imprescindível da Zopone e nossa supervisão e acompanhamento das atividades devem ser diários e em tempo integral”, completou o coordenador.

WhatsApp Image 2018-01-24 at 14.06.15 WhatsApp Image 2018-02-09 at 10.50.10

Fotos: MW – SPO

IMG_0339 IMG_0328

Fotos: WL – BSA

Número de equipes por Regional:

BHO       ______ 20

BSA        ______ 24

BLM       ______ 13

CTA        ______ 29

FTA        ______ 10

POA       ______ 14

RCE        ______ 09

RJO        ______ 08

SLV         ______ 08

SPO        ______ 19

 

Responsáveis pela obra:

BHO

Coord.: Guilherme Menezes

Superv.: Jeferson Tenório

BSA

Coord.: Diego Lopes

Superv.: Dennis Martinez

BLM

Coord.: Rodrigo Vergani

Superv.: Veimar Souza

CTA

Coord.: Julio Trizzi

Superv.: Isac Costa / Doglacir Meira / Alessandro Ivanio

FTA

Coord.: Igor Garcia

Superv.: Marcio Neves

POA

Coord.: Fulvio Covacci

Superv.: Marcio Neves

RCE

Coord.: Vinicius Martha

Superv.: Kleiton Nogueira

RJO

Coord.: Paulo Carvalho

Superv.: Rafael Gradella

SPO

Coord.: Fábio Pinho

Superv.: Igor Carraro

SLV

Coord.: Marcus Jezler

Superv.: Elivaldo Santos

 

 

 




Zopone finaliza obra BRU-Siemens/BMTE HVDC Xingu 2016


Linha de Transmissão possui tecnologia inédita

Com 2.092 quilômetros de extensão, a maior linha de transmissão de corrente contínua da América Latina entrou em operação nesta terça-feira (12/12). A linha de transmissão tem tecnologia inédita no Brasil com ultra-alta tensão de 800 kV, permitindo o transporte de energia com redução de perdas. Antes do 1º Bipolo de Belo Monte, o Brasil utilizava a tensão de 600kV nos sistemas de transmissão em corrente contínua.

Com dois meses de antecedência, o Consórcio Belo Monte Transmissora de Energia (BMTE) concluiu os testes de energização e entregou a operação do sistema elétrico o 1º Bipolo de Belo Monte.  Esta Linha de Transmissão permite o escoamento da energia produzida na Usina Hidroelétrica Belo Monte para as cargas localizadas nos submercados do sudeste e do centro-oeste.

O leilão para licitação das obras do sistema de transmissão, que interliga Xingu (PA) a Estreito (MG), e tem investimento aproximado de R$ 5 bilhões, foi realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em 2014. A Belo Monte Transmissora de Energia (BMTE), sociedade de propósito específico formado pelas empresas State Grid Brazil Holding S.A. (51%), Furnas Centrais Elétricas S.A. (24,5%), e Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A. Eletronorte (24,5%), foi a vencedora do Leilão.

A obra estruturante de grande porte foi estabelecida no planejamento setorial e integra o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e Avançar, cruza os estados do Pará, Tocantins, Goiás e Minas Gerais. Grandes investimentos foram realizados pelo consórcio para garantir a segurança dos canteiros de obras, a mobilização e entrega dos serviços pelas empreiteiras e a garantia do suprimento de materiais especiais dos fornecedores, inclusive com o auxílio da Força Nacional.

Os desafios durante a construção da obra foram superados com sucesso. Destaca-se a gestão e o monitoramento do empreendimento realizado de forma bem-sucedida, contando com diversas instituições governamentais, BMTE, acionistas do consórcio e empresas contratadas.

A Zopone Engenharia foi a empresa responsável pela construção civil e montagem eletromecânica e o prazo total foi de 20 meses.

Fonte: Ministério de Minas e Energia